segunda-feira, 29 de maio de 2017

Encontro de Educação Ambiental


Decorreu no Auditório da Quinta de Fora da nossa Escola, no passado dia 26 de maio, um Encontro de Educação Ambiental subordinado ao tema “Águas Doces”. Este Encontro foi organizado no âmbito do Projeto de Prova de Aptidão Profissional da aluna Ana Margarida Gonçalves, do 3º ano do Curso Profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural, e contou com a presença da responsável pela Divisão de Ambiente da Câmara Municipal de Santo Tirso, a arq. Carla Moreira, e da Coordenadora Nacional do “Projeto Rios”, a dra. Joana Ferreira. O “Projeto Rios” é um projeto da ASPEA (Associação Portuguesa de Educação Ambiental) e, no contexto da sua implementação a EPACSB “adoptou” um troço do Rio Ave.



segunda-feira, 24 de abril de 2017

Experiências Turísticas rumo a Braga

A visita de estudo no dia 22 de fevereiro, impôs um olhar técnico para o Mosteiro de Tibães… as acessibilidades nos espaços do mosteiro… uma cadeira de rodas visível na receção e muitos obstáculos a percorrer pelo visitante/turista.
Mas o fascínio de passear pelos corredores do edifício e entrar na máquina do tempo… no tempo onde viveu uma comunidade beneditina… percorremos as salas comuns, os quartos, os jardins e sentimos a história do mosteiro.
Rumo ao centro histórico de Braga não deixando escapar o olhar técnico para as acessibilidades… das ruas, das lojas, dos espaços de lazer, dos restaurantes e perceber que ainda há muito para fazer no que respeita ao Turismo Acessível. A sensibilização e adaptação de alguns equipamentos já se fazem sentir na cidade.
E depois o Museu dos Biscainhos instalado no Palácio dos Biscainhos – habitação dos condes de Bertiandos – fundado no século XVII e transformado na 1ª metade do século XVIII. O palácio, os jardins barrocos e as suas coleções, revelam o quotidiano da nobreza setecentista e dos outros habitantes do espaço: capelães, criados e escravos.
A exposição permanente contextualizou-nos para o conhecimento de coleções de artes decorativas (mobiliário, ourivesaria, cerâmica, vidros, têxteis, metais, …) instrumentos musicais, meios de transporte, gravura, escultura/talha, azulejaria e pintura, entre o século XVII e o primeiro quartel do século XIX.

E assim o ciclo das Experiências Turísticas encerrou com história, saber e sol.

Participantes
Curso Técnico de Turismo Ambiental e Rural, 2ºD
Professores:
Isabel Martins, HCA
Manuela Leal, TAA
Miguel Ribeiro, AI

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Associação de Moradores do Complexo Habitacional de Ringe visita a Escola

No dia 11 de abril de 2017, a EPACSB acolheu um grupo de 26 alunos e 4 monitoras do ATL da associação AMCH RINGE, situada em Vila das Aves.
O grupo foi convidado a visitar a escola no âmbito dos projetos de Prova de Aptidão Profissional dos alunos Ana Raquel e António Torres da turma do 3º ano do curso Técnico de Turismo Ambiental e Rural.
Os projetos consistiam na realização de dois Peddy Papers, sobre a escola e sobre a  cidade de Santo Tirso. O grupo teve ainda oportunidade de realizar um piquenique na escola, uma caça ao tesouro e uma oficina de confeção de perfume.
Os alunos responsáveis pela organização contaram também com o apoio dos alunos: Rita Monteiro, Rúben Dias e Inês Andrade, que colaboraram na qualidade de voluntários.

As atividades decorreram conforme o planeado. Os meninos participaram de forma ativa e motivada em todo o programa, tendo sido atingidos, com sucesso, todos os objetivos destes projetos.





sexta-feira, 10 de março de 2017

À Descoberta de Guimarães


   No passado dia 8 de março de 2017, os alunos do primeiro ano do Curso Profissional Técnico de Turismo Ambiental e Rural, no âmbito das disciplinas de Geografia, Inglês e Técnicas de Acolhimento e Animação, durante um dia, dedicaram-se à descoberta das potencialidades turísticas de Guimarães. Visitaram a Citânia de Briteiros, a Plataforma das Artes, o Paço dos Duques e o Castelo de Guimarães. Durante a tarde os alunos em equipas realizaram um Peddy Papper pela cidade.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

ONU DECLAROU 2017 – ANO INTERNACIONAL DO TURISMO SUSTENTÁVEL PARA O DESENVOLVIMENTO


A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. De acordo com o texto informativo da ONU esta reconhece a importância do Turismo para “estimular a melhor compreensão entre os povos em todos os lugares, e conduz a uma maior consciência da herança de várias civilizações e a uma melhor apreciação dos valores inerentes de diferentes culturas, contribuindo assim para o fortalecimento da paz no mundo “.

Esta decisão surge na Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio + 20), no seguimento do reconhecimento, pelos líderes mundiais de que um turismo “bem concebido e bem gerido” pode contribuir para as três dimensões do desenvolvimento sustentável, a criação de emprego e para o comércio.  Em 2015, na cimeira da ONU, em Nova Iorque foi reforçada quando a comunidade internacional   adotou a nova agenda de ação até 2030 e definiu e fixou os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  O turismo aparece como meta em três dos novos objetivos globais da ONU.

 “Esta é uma oportunidade única para aumentar a contribuição do setor do turismo para os três pilares da sustentabilidade – económica, social e ambiental, ao aumentar a consciência das verdadeiras dimensões de um setor que é muitas vezes subestimado. É uma oportunidade para construir um setor de turismo mais responsável e comprometido que possa capitalizar o seu imenso potencial em termos de prosperidade económica, inclusão social, paz e compreensão, preservação cultural e ambiental”, disse Taleb Rifai, secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), sendo a principal agência das Nações Unidas para esta iniciativa.
O anúncio oficial do ano internacional do turismo sustentável realizou-se no passado dia 18 de janeiro, durante a Feira Internacional de Turismo (FITUR), em Madrid (Espanha).
O Ano Internacional visa apoiar uma mudança nas políticas, práticas empresariais e comportamento dos consumidores para um setor do turismo mais sustentável contribuindo eficazmente para os ODS. São 12 meses para celebrar e promover a contribuição do setor do turismo para a construção de um mundo melhor.

O Ano Internacional promoverá o papel do turismo nas seguintes 5 áreas principais:
1.  Crescimento económico inclusivo e sustentável;
2.  Inclusão social, emprego e redução da pobreza;
3.  Eficiência dos recursos, proteção do ambiente e alterações climáticas;
4.  Valores culturais, diversidade e património;
5.  Compreensão mútua, paz e segurança.


O setor do turismo representa atualmente 7% das exportações internacionais, um em 11 postos de trabalho e 10% do PIB mundial, se for bem gerido, pode promover o crescimento económico inclusivo, a integração social e a proteção dos bens culturais e naturais.

A Organização das Nações Unidas, que desde o início do ano tem como secretário-geral o português António Guterres, alerta ainda na sua informação, para a “necessidade de se trabalhar em parceria para que os resultados sejam mais visíveis e facilmente alcançáveis”.
Neste âmbito, a Organização Mundial do Turismo, que está inscrita na ONU, convida todos a “espalharem a palavra” sobre a designação de 2017 como ano do Turismo Sustentável, bem como a partilharem as suas experiências, as suas ações e soluções e os seus conhecimentos nesta área acedendo ao site oficial  http://www.tourism4development2017.org/ 
  

OMT e Portugal parceiros no Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento
Portugal recebeu a visita oficial do secretário-geral da OMT                                                                                                              
Taleb Rifai participou esta terça-feira, 7 de fevereiro, na assinatura do memorando de adesão de Portugal ao Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, juntamente com a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, uma iniciativa para promover programas turísticos sustentáveis a nível “económico, social, e ambiental”.
De entre os projetos do Governo que serão certificados pela OMT, estão o programa Revive e o Portuguese Trails.
Na cerimónia de assinatura marcou ainda presença o CEO da WTTC – Conselho Mundial de Viagens e Turismo, David Scowsill, que acompanhou a visita oficial do secretário-geral da OMT a Portugal. A deslocação de Rifai a Lisboa incluiu também encontros com o Presidente da República, o Primeiro-Ministro, e os ministros da Economia e dos Negócios Estrangeiros.
No âmbito desta visita, Taleb Rifai participou ainda em duas iniciativas do Programa Turismo 4.0: o Seminário de Empreendedorismo & Inovação no Turismo (dia 6 de fevereiro); e o Open Kitchen Lab (dia 7 de fevereiro), iniciativas que decorreram na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa e que contaram com a participação de várias startups do setor.  
Portugal é, neste domínio, considerado um exemplo de excelência pelo Programa Turismo 4.0, que esteve entre os finalistas dos Prémios de Inovação em Investigação e Tecnologia da OMT, e que visa apoiar startups nas áreas de viagens e turismo, fomentando o empreendedorismo e o ecossistema de inovação em Portugal.

Os alunos do 3ºano do Curso Profissional de
Técnico de Turismo Ambiental e Rural da
 Escola Profissional Agrícola Conde de S. Bento

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

DIA MUNDIAL DO TURISMO - 27 de setembro



Os alunos do Curso Profissional de Turismo Ambiental e Rural assinalaram o dia DIA MUNDIAL DO TURISMO:

- Visita ao Museu Municipal;

- Vista ao Parque Urbano do Matadouro;

- Participação no programa de atividades promovido pela Câmara Municipal de Santo Tirso - "Do Lado de Fora”, esplanada do Turismo na Praça 25 de abril;